Férias: o que fazer com seu bichinho na hora de viajar?

Chegaram as férias! Se você tem animais de estimação, nesta época surge a preocupação: o que fazer com os bichinhos na hora de viajar?

Férias: o que fazer com seu bichinho na hora de viajar?

Nas férias, muita gente viaja. É hora de relaxar e recarregar as energias. Mas, para quem tem animais de estimação, surge a preocupação: O que fazer?


Nós nos apegamos aos nossos animais de estimação e eles se apegam a nós. Por isso, quando não há possibilidade de levarmos os nossos bichinhos para a viagem, devemos nos atentar à forma como vamos deixá-los, para amenizar a saudade e para que tudo fique tranquilo nesse período de afastamento.

Mesmo quando há possibilidade de levá-los conosco, devemos nos atentar a alguns detalhes para termos uma viagem tranquila. Se o bichinho não cabe no pacote de viagem, é preciso pensar bem onde e como deixá-los. Procurar um hotel especializado em pets, deixar com o vizinho ou algum conhecido. Todas as possibilidades devem ser bem avaliadas para o bem-estar do seu animal. Separamos algumas dicas que podem ajudá-lo.

O animalzinho vai viajar: o que fazer?

1 - Antes da viagem:

O animal deve ir ao veterinário e fazer um check-up antes da viagem. Informe o veterinário onde pretende ir, quanto tempo vai ficar e o como o animal será transportado nesse período. O veterinário determinará as vacinas e os medicamentos que ajudarão a manter seu animal de estimação saudável e livre de parasitas.

2 - O que levar

Peça para o seu veterinário um relatório médico em caso de doença. Leve uma pasta com informações do seu pet - boletins de vacinas, medicamentos e número de telefone do veterinário. Pergunte a ele sobre os medicamentos que o seu animal de estimação poderá precisar durante as viagens. Se o animal precisa de medicação regular, assegure-se de que há quantidade suficiente para toda a viagem.

3 - Dicas:

Tenha sempre uma fotografia do seu animal de estimação. Isso o ajudará no caso de ele se perder.
Leve em abundância o alimento regular do seu animal, para que não tenha de lidar com problemas de estômago e diarreia devido à mudança alimentar.
Não se esqueça de levar os brinquedos, o comedouro e o bebedouro, além do cobertor favorito ou cama do seu pet.

Recomendação de veterinários: O animal de estimação deve estar com a vacinação sempre em dia. No caso de contato com outros animais, o ideal é vacinar os cães conta a traqueobronquite, mais conhecida como "tosse dos canis". Proteja também o animal contra pulgas e carrapatos.

O animalzinho não pode ir com você: o que fazer?

1 - Hotéis para cães

O primeiro passo é ir ao local pessoalmente para conhecer o ambiente, verificar todas as instalações, se estão limpas, seguras e confortáveis. Nunca combine somente pelo telefone.

Converse com o veterinário responsável, para saber sobre as normas estabelecidas, principalmente se é exigido o cartão de vacinas do animal que será hospedado.

Certifique-se de que todos os profissionais são capacitados. Para que o pet sinta-se acolhido, avise os profissionais sobre algumas particularidades, como a melhor ração, o banho de sol, os medicamentos, entre outros.

É importante verificar também a separação dos animais (pequenos, grandes, dóceis e agressivos), para que não haja brigas nem disputas pelos alimentos.


2 - Casa de um parente ou amigo

Avalie as condições da pessoa, para saber se realmente ela conseguirá cuidar de seu pet, e se ele não será um incômodo durante alguns dias. Opte por alguém que goste de animais.

É bom que a pessoa acostume-se com o animal, dias antes da viagem, mesmo que seja alguém da família. Explique sobre a alimentação do seu bichinho. Deixe claro o que ele come e a importância da rotina, para que não passe mal. Os animais tendem a sentir solidão pela falta do dono, por isso, precisará de atenção e cuidados.


3 - Serviços particulares

Existem pessoas que disponibilizam suas casas para abrigar cães por uma diária mínima, algo em torno de 30 reais. Procure saber se há alguém que faz esse tipo de serviço. Outra opção é pagar alguém de confiança para ir até sua casa alimentar, dar água, remédios e carinho para o seu pet durante a sua viagem.

O esperado durante este período é que os bichos de estimação fiquem bem tratados e se sintam bem, durante a viagem ou até a volta dos donos. Portanto, o que fazer ou onde deixá-los dependerá da escolha de cada um, além das possibilidades e da adaptação do animal. O importante é ter uma boa viagem e que o período das férias seja tranquilo e prazeroso, com a certeza de que o seu bichinho também ficará bem.

Boas férias!

Por Lidiany Duarte.


Fonte: granvitapet.com/blog.selecoes.com

Ligamos para Você