Como praticar um bom networking

Na prática do networking, deve-se ter cautela quanto à escolha de seus contatos e à forma como você se comunicará com eles

Como praticar um bom networking

 

No campo profissional, tornou-se bastante comum ouvir a palavra “networking”.  Alguns já o praticam da forma adequada, outros nem tanto. Trata-se de um meio de compartilhar conhecimento com as pessoas e adquirir novos. Em outras palavras, o networking é a troca de informações e experiências profissionais nas redes sociais. Para isso, o contato com as pessoas certas é essencial. Logo, deve-se ter cautela quanto à escolha das pessoas na rede e o modo como a comunicação deve ser feita com elas.

De acordo com a gerente de desenvolvimento organizacional, Flávia Garbo, hoje quem pratica networking o faz na busca de recolocação profissional ou na intenção de vender seus produtos e serviços. Dessa forma, o networking passou de uma relação profissional sadia para um sério inconveniente. Por tais motivos, é preciso tomar certos cuidados para que o networking, de fato, surta bons resultados – e não o contrário.

Para que você pratique um networking de qualidade e estabeleça uma rede de contatos produtiva e valiosa, veja as dicas abaixo:

->Permita que sua rede de contatos se estruture com naturalidade, conforme você se relaciona profissionalmente com as pessoas. Lembre-se de que a qualidade dos contatos é bem melhor que a quantidade. Portanto, saiba a quem abordar.

->Não discrimine as pessoas por serem menos experientes do que você, ou por estarem em cargos de baixo grau hierárquico. Saiba lidar com todos de forma igualitária e com respeito.  

->Não guarde as informações para si, troque-as com as pessoas da rede, compartilhe também suas experiências e opiniões. Isso é primordial para o seu desenvolvimento e para o crescimento de outros profissionais.

->Jamais deixe de manter contato com as pessoas de sua rede de relacionamentos. Muitos só entram em contato quando buscam recolocação profissional ou querem vender seus produtos ou serviços. As pessoas veem esse tipo de comportamento com maus olhos.

->Não confunda as coisas, a comunicação com pessoas de sites de relacionamento pessoal é diferente da feita com pessoas do campo profissional. Evite contato pessoal se seus objetivos são meramente profissionais e vice-versa.

->Não force as pessoas a comprarem seus produtos ou contratar seus serviços. Esta é uma atitude indelicada e imatura. Saiba fazer a abordagem de forma amigável e descontraída.

->Por outro lado, sempre que for abordado, responda com cordialidade e simpatia. Mesmo se estiverem oferecendo produtos ou serviços, ou ainda enviando a você alguns currículos. Atenda a todos com educação e bons modos.

Por Andréa Oliveira.

Fonte: UOL Economia.

Ligamos para Você